NDE

Núcleo Docente Estruturante - NDE

O Núcleo Docente Estruturante (NDE) é o órgão consultivo responsável pela concepção, implantação e consolidação dos Projetos Pedagógicos dos Cursos da instituição.

O IDEA já atende a Resolução CONAES nº 1 de 17 de junho de 2010, para constituição dos Núcleos Docentes de seus cursos, que preconiza em sua composição, determinado em seu Art.3º desta Resolução, que o NDE deve ser constituído por membros escolhidos dentre os docentes de cada Curso da IES, atendendo aos seguintes critérios:

O Coordenador do Curso será o presidente nato do NDE.

  • O NDE deverá ser composto, obrigatoriamente, por, pelo menos, 5 professores pertencentes ao corpo docente do curso.
  • O NDE deverá ter pelo menos 60% de seus membros com titulação acadêmica obtida em programas de pós-graduação stricto sensu.
  • O NDE deverá ter seus membros em regime de trabalho de tempo parcial ou integral, sendo pelo menos 20% em tempo integral.
  • O NDE tem como missão precípua auxiliar a Coordenação e o Conselho de Curso na implantação e no desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico dos Cursos, bem como na sua constante atualização e aperfeiçoamento, aprovados pelo Conselho Superior e de Gestão – Conseg e Conselho Técnico Pedagógico – Contep.

Segundo o ato de sua criação, o NDE é composto pelo Coordenador do Curso de Gestão Hospitalar, membro nato e responsável pela coordenação do NDE, e por docentes vinculados ao curso. Os docentes que integrarem o NDE serão indicados pelo Coordenador do Curso de Gestão Hospitalar e nomeados pela Diretoria Geral do Instituto de Desenvolvimento Educacional da Amazônia – IDEA.

Compete ao Núcleo Docente Estruturante – NDE:

  1. estabelecer diretrizes e normas para o regime didático-pedagógico do Curso, respeitada a política acadêmica aprovada pelos órgãos superiores;
  2. auxiliar o Núcleo de Pesquisa na fixação das linhas básicas de pesquisa do Curso;
  3. definir o perfil profissional e os objetivos gerais do Curso;
  4. elaborar o currículo pleno do Curso e suas alterações, para aprovação pelos órgãos competentes;
  5. emitir pareceres das propostas de ensino, pesquisa e extensão no âmbito do Curso;
  6. fixar as diretrizes gerais dos programas das disciplinas do Curso e suas respectivas ementas, recomendando ao Coordenador do Curso, modificações dos programas para fins de compatibilização;
  7. propor ao Coordenador providências necessárias à melhoria qualitativa do ensino;
  8. participar do processo de seleção, permanência ou substituição de docentes para o Curso;
  9. promover a avaliação dos planos de trabalho nas atividades de ensino, pesquisa e extensão na forma definida no projeto de avaliação institucional;
  10. emitir parecer sobre a organização, funcionamento e avaliação das atividades de Estágios e dos Trabalhos de Conclusão de Curso, quando for o caso;
  11. coordenar a elaboração e recomendar a aquisição de lista de títulos bibliográficos e outros materiais necessários ao Curso;
  12. analisar e homologar o cronograma das atividades do Curso;
  13. assessorar o Coordenador em outras atividades especiais;
  14. colaborar com os demais órgãos acadêmicos na sua esfera de atuação;
  15. sugerir providências de ordem didática, científica e administrativa que entenda necessárias ao desenvolvimento das atividades do Curso;
  16. avaliar o desempenho docente, discente e técnico-administrativo, segundo proposta dos órgãos superiores;
  17. zelar pela regularidade e qualidade do ensino ministrado pelo Curso;
  18. auxiliar o Núcleo de Pesquisa na análise das propostas de pesquisa institucional apresentado por docentes e alunos candidatos à iniciação científica;
  19. incentivar a elaboração de programas de extensão na área de sua competência e supervisionar a execução e avaliar seus resultados;
  20. promover a interdisciplinaridade do curso;
  21. exercer as demais funções que lhe são explícitas ou implicitamente conferidas pelo Regimento Geral da instituição e de outras legislações e regulamentos a que se subordine.
Accessibility